Lula afirma que pode apoiar Flávio Dino em 2022

Ex-presidente declarou o possível apoio ao governador do Maranhão para sucessão presidencial.

0

O nome do governador Flávio Dino (PC do B) está ganhando mais força quando o assunto são as eleições de 2022 que escolherá o novo presidente do Brasil. Em entrevista à TVT na última quarta-feira (15), o ex-presidente Lula (PT) admitiu que pode apoiar o governador do Maranhão, Flávio Dino, a Presidente da República em 2022. Lula, no entanto, acha que Dino deve sair do PCdoB e se candidatar por outro partido.

“Admito, como não? O PCdoB já me apoiou quatro vezes. A dificuldade que não tenho de responder uma pergunta dessas e eu não tenho mais é que se você tiver um jornalista em um jornal qualquer que vá assistir o programa, vai dizer: ‘Lula vai apoiar Flávio Dino’. Eu gosto do Flávio Dino, acho ele uma figura competente, um companheiro da maior lealdade comigo em todo os meus processos, eu tenho por ele um apreço extraordinário. Agora veja, o PT é um partido muito grande comparado ao PCdoB“, afirmou Lula ao jornalista Juca Kfouri. No entanto, para Lula, “é muito difícil se imaginar eleger alguém de esquerda sem o PT”.


Nas imagens acima ver que à muito tempos eles vem discutindo esse projeto politico. Divulgação

Ainda sobre as eleições presidenciais de 2022, o ex-presidente disse que não descarta a construção de uma frente ampla progressista, mas disse não considerar que isso inclua todos os espectros da política. “Hoje eu acho que é possível criar uma frente ampla para conquistar de volta a soberania nacional, mas quando você olha no espectro político, você vê que no Congresso o Guedes aprova tudo o que quer”, afirmou. “O PT tem alianças amplas até demais”, disse o ex-presidente Lula.

Vale lembrar que nos primeiros dias de 2020, dois fatos lançaram o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ao centro do debate político nacional. O primeiro foi a notícia de um encontro com o apresentador de TV e empresário Luciano Huck, apontado como possível candidato a presidente, que levou a especulações sobre uma chapa Huck/Dino em 2022. O segundo foi a postagem do  deputado federal e vice-presidente nacional do PT, Paulo Teixeira (SP), que revelou por meio do Twitter  que o governador Flávio Dino vai compor chapa com Lula ou Fernando Haddad em 2022, garantindo a presença do Comunista nas eleições. “Ou com Lula ou com Haddad, Flávio Dino estará na nossa chapa nas próximas eleições presidenciais”, diz a publicação no Twitter.

Vale lembrar que o jornalista Ricardo Noblat já tinha revelado também em seu blog que o apresentador Luciano Huck, tem dialogado com Dino e teria lhe oferecido a vaga de vice-presidente em sua chapa para 2022. Sobre o assunto durante a entrevista para a TVT, o  ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não fez nenhuma referência a possível dobradinha Huck/Dino, mas falou sobre a possibilidade de o apresentador Luciano Huck vir a ser candidato a presidente em 2022. Rebateu ainda a tese de que ele representa a centro-esquerda do país.

“O Luciano Huck não representa a esquerda, nem de centro-esquerda. Ele representa a central Globo de Televisão. É isso que ele representa neste momento. Porque, de um lado, você tem o Ciro Gomes, de um partido historicamente de esquerda. Você tem o Flávio Dino, o Haddad, o Psol que teve candidato. E quem é o do centro-esquerda? Ninguém. Na verdade, o Luciano Huck está sendo discutido pelo dono da Ambev, que é o novo formador de quadros políticos do Brasil. Possivelmente ele gostaria de transformar o Brasil em uma Ambev. Ainda é cedo pra você dizer qual é o espectro político de Luciano Huck”, disse Lula em entrevista de 1 hora e 20 minutos aos jornalistas Juca Kfouri, Talita Galli e José Trajano, da TVT –emissora sindical.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui